A LETRA DA MÚSICA AQUARELA EM UMA CONCEPÇÃO ALFABETIZADORA

Laiz de Almeida Bernardo, Marizete Pereira Santana

Resumo


Este trabalho trata-se de um relato de experiência que se propõe a descrever uma
atividade aplicada a partir da perspectiva construtivista de alfabetização, tecendo algumas
considerações sobre as implicações deste tipo de proposta. A alfabetização necessita ser um
processo prazeroso e significativo. Não priorizamos neste sucinto artigo a aprendizagem da
leitura e escrita, mas tivemos um foco na leitura de mundo de Paulo Freire (1995).
Alfabetizar e letrar devem possibilitar significado para a aprendizagem e deixar claro sua
importância na vida da criança, além de ampliar o repertório de conhecimentos. Acreditamos
que a criança pode ir além em suas reflexões, compreensões e contribuições intelectuais. As
músicas possibilitam a exploração de conceitos e ideias, sugerem também a busca de
idealização e fantasias que podem ir ao encontro do mundo real e da magia das letras, o que
favorece maior envolvimento por parte dos alunos.


Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.