A Prática do Ensino Superior na Identidade Discente e Docente: Como a Tecnologia Educacional Pode Reduzir a Evasão Escolar

Kleber José da Silva

Resumo


Este artigo aborda o assunto da avaliação institucional pelo discente no Ensino Superior, com foco no docente e seu desempenho em sala em aula, considerando a relação entre eles e a identidade de ambos. A justificativa para essa análise é o alto índice de evasão dos alunos sem o devido e correto mapeamento dos problemas pelas Instituições de maneira antecipada. Algumas ferramentas estão disponíveis, como a CPA (Comissão Própria de Avaliação) e o ENADE, porém seus relatórios são disponibilizados tardiamente para a Gestão, ao considerar a possibilidade de evasão durante o semestre letivo. Esse trabalho propõe uma metodologia de avaliação continuada do professor e da Instituição pelo aluno, por meio da Tecnologia, especificamente usando dispositivos móveis. Entrando no âmbito da Gestão Educacional, a análise da base de dados coletada seria feita pelos coordenadores e também pelos professores em uma plataforma web, a fim de apontar fragilidades no processo pedagógico ou na leitura do perfil do aluno e com isso, implementar medidas antes de sua evasão. Entende-se que ao explorar a identidade do aluno e sua relação com o docente e com a Instituição, será possível obter melhores resultados para todos os elementos envolvidos e criar um diferencial no meio competitivo das Instituições de Ensino Superior particulares. Os resultados apontam para o fato de que o aluno que possui um tratamento direcionado pela Instituição terá um sentimento de fidelidade com a IES e dificilmente irá evadir, mantendo a continuidade do processoeducacional e pedagógico. Por outro lado, a aplicação em maior escala desse modelo de análise denominado CAC pode gerar resultados importantes para as IES, quando interpretado sob outros aspectos

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.