A Constituição da Prática Docente Desafios e Possibilidades

Cátia Silene Ramalho Motte, Carlos Alexandre Batista Ribeiro, Ronaldo Félix Almeida

Resumo


Este artigo tem como objetivo evidenciar a constituição da pratica docente, seus desafios e possibilidades, por meio da recuperação de aspectos presentes nos processos de socialização para por fim, compreender a configuração da identidade profissional. O referencial teórico para análise dos dados está embasado nos estudos de Berger e Luckamann, além de aportes dos estudos de Dubar e Oliveira. A coleta de dados privilegiou relatos que constituíram as memórias de formação dos sujeitos que responderam a um roteiro previamente organizado para esse fim. Os resultados possíveis nesse breve estudo apontam a força da socialização primária como influencia determinante no exercício da profissão, mas deixa os elementos presentes na socialização secundária como possibilidades de gerir a mudança, uma vez que os profissionais estão o tempo todo, confrontados com novas experiências e desafios em seu cotidiano. A identidade profissional se conforma, portanto, muito mais em função dos elementos vividos na experiência dos sujeitos em sua trajetória de vida e socialização, do que na formação inicial e continuada, embora seja dada à essas experiências formativas um lugar de destaque na fala dos sujeitos analisados. Tal representação parece, no entanto, presente no pensamento do professor, mas expressa de maneira frágil em suas considerações abordagem da prática.



Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.